domingo, 24 de junho de 2018

Inocência Perdida e Doce Ilusão - A Saga de um Pintor.

A Saga de um Pintor – Doce Ilusão
Trecho:
Felipe continuava a se esfregar, com as lágrimas a lhe escaparem doloridas de seus olhos. Há muito que não chorava. Não de tristeza, de angustia. Tinha um bom tempo. A última vez fora quando Augusto o deixara nas mãos de Soares, a rir-se dele.
(...)
Olhando agora ao redor, confuso, sozinho naquele luxuoso quarto, Felipe primeiro achara que sonhara com André, mas depois, com mais calma, percebendo que poderia não ser um sonho, começou a se inquietar. O que seria de sua vida dali para frente? No entanto, uma coisa ele percebera. André não o levara a um hospital.
Encontre: Drago Editorial e com a autora.